Como calcular o valor do seu financiamento imobiliário

Os brasileiros precisam recorrer ao financiamento imobiliário para realizar o tão sonhado desejo da casa própria. Mas muitos ainda ficam confusos sobre como todo o processo funciona e principalmente sobre o cálculo do valor do financiamento imobiliário. Portanto, se você tem dúvidas sobre esta modalidade de compra de imóveis, continue lendo o artigo.

Como funciona o financiamento imobiliário

Os bancos e credores, avaliam a capacidade de pagamento e a situação financeira da pessoa que deseja financiar o imóvel. Caso o indivíduo tenha condições de arcar com as despesas do financiamento, eles concedem crédito para que ele possa pagar ao vendedor.

Nessas operações, o mais comum é que o valor do financiamento seja apenas uma fração do valor total do imóvel, caso em que o comprador paga uma entrada e negocia uma ruptura com o financiador. No financiamento do imóvel, é firmado um contrato com o banco garantindo as parcelas mensais do valor emprestado, e outro contrato é firmado com o vendedor que transfere a propriedade do imóvel para o comprador.

Desta forma, ao procurar casas à venda é necessário avaliar sua renda mensal e verificar qual valor de imóvel cabe dentro do seu orçamento, assim fica mais fácil de conseguir que o banco aprove o financiamento imobiliário.

Etapas do financiamento imobiliário

É possível dividir o financiamento em categorias. Veja quais são:

1-  Análise da dívida:

Aqui, a renda e a saúde financeira do comprador local estarão garantidas. Se houver segurança na análise, ou seja, se houver renda associada à compra do imóvel, poderá haver linha de crédito para aquisição da unidade habitacional.

2- Seleção de materiais e análise técnica:

Em seguida, é necessário escolher, dentre os imóveis disponíveis, qual será o escolhido pelo comprador, com base nas condições que atendam aos seus desejos como comprador. Nesse ponto, também é necessário realizar uma análise técnica pela equipe de engenharia, com a participação do cliente, para garantir a adequada aquisição do espaço.

4- Elaboração e assinatura do contrato:

Após a análise de crédito e seleção do local, que inclui testes e avaliação técnica, o contrato é elaborado e assinado. Este é um dos momentos mais importantes, pois há os termos dos contratos, a duração do financiamento, entre outros aspectos.

5- Registro do contrato

A última etapa é registrar o contrato em cartório, com a finalidade de verificar a validade e validade do documento, além de encaminhá-lo a uma instituição financeira ou banco. Isso conclui o ciclo completo de financiamento.

Antes de iniciar um financiamento, é importante realizar uma minuciosa pesquisa de mercado para determinar qual instituição financeira oferece o melhor empréstimo de longo prazo.

Outra informação que é necessária: o comprador estar ciente sobre a aquisição da propriedade do imóvel. Quando são efetuados os parcelamentos, os bens vendidos pertencem a uma instituição bancária ou a uma financeira. Somente após o pagamento de todas as demonstrações financeiras, ocorre a transferência dos bens do banco/instituição financeira para o comprador local.

6- Vantagens e desvantagens do financiamento

Ao contrário de um contrato de locação, em que o dinheiro gasto não é bem-sucedido em investimentos de longo prazo, o financiamento de imóveis na verdade resulta em lucros de propriedade.

As desvantagens que podem ser atribuídas aos contratos financeiros de longo prazo, ou seja, a contabilidade são altamente fragmentadas ao longo do tempo e, em geral, possuem menos parcelas financeiras consecutivas que precisam ser pagas. Assim, é um compromisso que se estende ao longo do tempo, leva tempo para ser concluído e exige um compromisso real.

Quando decidimos comprar um imóvel, é natural que a primeira coisa que nos venha à mente seja a taxa de juros. Afinal, há casos de juros abusivos, que podem atrapalhar o bolso do consumidor. Nesse caso, é sempre melhor ficar atento às circunstâncias da empresa que realiza o financiamento.

Além da taxa de juros, os credores consideram outros fatores para calcular o valor do financiamento do imóvel.

Como calcular o valor do financiamento imobiliário

Para calcular o valor do financiamento imobiliário, você precisa de algumas variáveis: uma taxa de juros emitida pelo banco, e um saldo de crédito revisado. O valor total da função crédito imobiliário é composto por:

Juros:

É o produto do saldo mensal da taxa de juros sobre o saldo devedor daquele mês. O saldo deduzido, antes do pagamento da primeira parcela do serviço, é o valor que o banco tomou emprestado para comprar o imóvel. Ele diminui à medida que as parcelas são pagas, até chegar a zero.

Amortização:

É o valor que é deduzido do balanço de pagamentos de um determinado mês. Quanto mais dívida for reduzida, mais perto estaremos do pagamento.

Taxas de administração:

Estão incluídas em cada parcela como forma de pagamento bancário mensal para gerenciar seu financiamento habitacional.

Seguro obrigatório:

Existem dois prémios de seguro pagos pelo devedor, em prestações: Seguro de Danos Físicos (DFI) e Seguro de Invalidez Crónica (MIP).

Para saber a taxa de juros de cada parcela, calcule:

Se a taxa de juros do seu contrato for de 8% ao ano, para obter o valor mensal, dividimos de 8 para 12. Portanto, será um juro mensal de 0,67%

Suponhamos que o saldo da dívida remanescente seja de R $100 mil. A taxa de juros sobre a parcela mensal correspondente será: R $100 por mil x 0,0067 (igual a taxa decimal e percentual). Portanto, juros de R $670 na parcela.

É importante lembrar que muitos serviços de habitação e apoio habitacional preparam o cenário para reajuste no contrato. Nesses casos, o saldo devedor será atualizado mensalmente, multiplicado por esses indicadores.

Para ter uma noção de como os cálculos são feitos é possível utilizar a calculadora do cidadão, que é disponibilizada pelo Banco Central de forma online sem custos. No caso de dúvidas consulte um advogado especializado na área para te auxiliar no momento da compra.

Gostou deste artigo? compartilhe em suas redes sociais para que mais pessoas saibam como calcular o valor do seu financiamento imobiliário!

Veja os demais artigos do site: WhatsApp para Windows 11, conheça os detalhes do App.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.